FAAO - Faculdade da Amazonia Ocidental

Projeto traz mesa redonda na FAAO com diversos profissionais para falar sobre crimes virtuais

Pensando na posição que o Brasil ocupa atualmente no ranking de países com os maiores números de crimes virtuais no mundo, o projeto Cidadão Digital, que reúne uma equipe multidisciplinar no Acre para trabalhar a temática em várias instituições do estado, promove nesta quinta-feira (14) uma Roda de Conversa na Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO), que é parceira do projeto.

Na ação, que está marcada para às 18h, no Salão Cultural da instituição, aberta para todos os públicos, a psicóloga e coordenadora do curso de Psicologia da FAAO, Kelly Albuquerque, a assistente social e também coordenadora do curso na FAAO, Vanderléia Marruch, o analista de desenvolvimento de sistemas e coordenador do curso na FAAO, Anderson Santos, o juiz de Direito, Giordane Dourado, e o biólogo Vanderson Brito, abordarão temáticas que envolvem as questões pessoais, psicológicas, sócio-assistenciais e digitais relacionadas ao crime que atinge todas as camadas de uma sociedade.

O incentivador e um dos organizadores do projeto, o ex-BBB Vanderson Brito, acredita que o seu principal objetivo é orientar as pessoas sobre as consequências das ações enquadradas nos crimes virturais, bem como orientar sobre como proceder nos casos.

“Esse projeto nasceu do objetivo de fomentar a importância de evitar e denunciar crimes como esse, que interferem diretamente no bem-estar emocional, psicológico, físico e social de uma pessoa. Precisamos dialogar e pensar sobre quais são as dimensões de um crime virtual”, explicou.

Escolas outras instituições públicas também devem se beneficiar do projeto nos próximos dias.

Confira um pouco dos nossos convidados e seus respectivos temas: