FAAO - Faculdade da Amazonia Ocidental

Confira a galeria de fotos da Conferência internacional na FAAO que reuniu centenas de pessoas

A II Conferência Internacional da Cátedra Barão do Rio Branco, na Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO), reuniu centenas de pessoas no auditório da instituição nesta sexta-feira (23).

Autoridades municipais e estaduais, conferencistas internacionais da União Europeia (UE), da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)., além de representantes dos Ministérios da Economia, da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, de instituições acadêmicas, brasileiras e estrangeiras, e de organizações da sociedade civil, discutiram a temática principal do evento que envolve “a implementação dos princípios orientadores e das normas internacionais sobre a Conduta Empresarial Responsável no Brasil e na Amazônia”.

Na ocasião, a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, e o governador Gladson Cameli, compuseram o dispositivo de honra e saudaram os participantes do evento.

“Um encontro como este tem um significado importante para a cidade de Rio Branco e promove debates que vão de encontro às situações que fazem parte das nossas estratégias rumo ao desenvolvimento”, explicou.

Cameli apontou que a proposta da FAAO condiz com as necessidades do estado, da Amazônia e de todo o Brasil: “A partir dessa possibilidade podemos pensar em orientações e condutas que podem nos ajudar a superar os problemas que são enfrentados aqui no estado, na Amazônia e em todo o Brasil, considerando que as relações internacionais assumem um papel fundamental nas nossas expansões”.

O professor e diretor-geral da FAAO, Prof. Dr. André L. Costa-Corrêa, agradeceu a oportunidade e frisou o compromisso da instituição superior de ensino com a iniciativa privada, com o desenvolvimento sustentável e com a geração de empregos no Acre.

“As discussões aqui promovidas nos dão a entrada em agendas importantes do estado, com a Conduta Empresarial Responsável, que é de relevância para o progresso e pouco vista no cenário atual. Queremos olhar para o Acre com uma perspectiva inédita”, salientou.